(13) 3295-3154 comercial@asaexpress.com.br

Agronegócio puxa retomada das estradas brasileiras

Setor movimentou R$10,8 bilhões no primeiro semestre do ano impactando diretamente no aumento dos fretes rodoviários

Um relatório lançado recentemente por uma plataforma de transportes mostrou que o volume de fretes rodoviários cresceu 67,5% no primeiro semestre de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado, o que demonstra a retomada do Agronegócio uma vez que esses produtos são movimentados majoritariamente via terrestre até os portos.
A pesquisa ainda indica que o semestre foi marcado pela luta contra o avanço da pandemia de COVID-19 e a recuperação econômica após o aumento no ritmo da vacinação. Os estados que se destacaram com o maior volume de transportes foram:

  • São Paulo, com 21,5%
  • ·Minas Gerais, com 15,7%
  • · Paraná, com 13,2%

O agronegócio foi o responsável por puxar a oferta de fretes com 37% das cargas registradas e R$ 10,8 bilhões movimentados. Com destaque para as cargas de fertilizantes, soja e milho. Em segundo lugar, os produtos industrializados foram responsáveis por 27% dos fretes. As cargas alimentícias, siderúrgicas e as máquinas e equipamentos representam a maior parte dos embarques. Por último, os insumos para construção, movimentaram 12% dos transportes. Os produtos mais transportados foram cimentos, telhas e pisos.
Se a expectativa do Ministério da Economia se confirmar, o Produto Interno Bruto (PIB) deve crescer entre 5 e 5,5% neste ano, indicando que o volume de fretes também vai se intensificar no segundo semestre.
A Asa Express encara essa previsão com muito otimismo e considera que os próximos meses serão de retomada intensa para o setor. E caso a sua empresa esteja neste processo de aumento das demandas, que tal conhecer uma equipe qualificada para ajudar a encontrar a melhor solução para seus fretes? Clique aqui e converse com a Asa Express, que tem profissionais à sua disposição para apresentar as melhores soluções.

Blog

Leia mais

×

Powered by WhatsApp Chat

×